Aloysio Faria era o último dos grandes fundadores de bancos no Brasil

(FolhaSP) – Aloysio de Andrade Faria (1920-2020) era o último dos grandes fundadores da banca moderna no Brasil, instituições que foram criadas ou ganharam corpo nos anos 1940 e que resistiram à onda de quebradeiras decorrente também do fim da superinflação, a partir de 1994. Era do grupo que incluiu Amador Aguiar (Bradesco), Walther Moreira Salles (Unibanco) e Olavo Setúbal (Itaú).

O empresário morreu terça-feira, 15, aos 99 anos. Faria foi dono do Real, banco que assumiu após a morte de seu pai, em 1948, então ainda denominado Banco da Lavoura de Minas Gerais, que havia sido criado como uma cooperativa de crédito agrícola, em 1925.

Sob o comando de Faria o banco cresceu, foi pioneiro e ativo em negócios internacionais e mudou de nome no começo dos anos 1970 (para Real), durante uma disputa com o irmão (Gilberto Faria (1922-2008), também banqueiro (Banco Bandeirantes), político e que foi padrasto do ora deputado federal Aécio Neves.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!