ANS determina reajuste negativo em 2021, e planos de saúde serão reduzidos em mais de 8%

  • Os planos de saúde individuais e familiares vão ficar 8,19% mais baratos aos consumidores, de acordo com o reajuste determinado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).
  • A medida não vale para os planos coletivos. Neste caso, cada operadora define qual o percentual de reajuste que vai aplicar no ano.
  • É a primeira vez na história que a ANS determina reajuste negativo para os planos individuais e familiares.
(6Minutos) – A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determinou que os planos de saúdeindividuais vão ter reajuste negativo em 2021. Na prática, isto significa que os planos vão ter uma redução nas mensalidades no período de maio deste ano a abril de 2022.

O índice de reajuste ficou em -8,19% e deve ser aplicado pela operadora a partir da data de aniversário do contrato, ou seja, no mês de contratação do plano. No ano passado, os clientes deixaram de procurar os serviços de saúde para atendimentos que não eram urgentes, o que contribuiu para que o setor tivesse menos gastos.

A ANS diz que é a primeira vez que os planos individuais vão ter reajustes negativos. A medida vale apenas para os individuais e familiares e não será aplicado aos coletivos – neste caso, cada operadora define seu próprio percentual de reajuste. Hoje, 17% do total de beneficiários em planos de assistência médica (cerca de 8 milhões de usuários) estão em planos individuais.

Como saber se estou recebendo o desconto? A ANS explica que as operadoras precisam deixar o desconto claro no boleto de pagamento da mensalidade.

“É importante lembrar que as parcelas relativas à recomposição dos reajustes suspensos no período de setembro a dezembro de 2020 continuam sendo aplicadas normalmente de acordo com o parcelamento determinado pela ANS. Isto é, as parcelas da recomposição não sofrerão o reajuste de 2021”, afirma a ANS.

reajuste planos de saude ans

Crédito: Reprodução/ANS

Deixe uma resposta

Fale com a gente!