Café: muitos grãos e nenhum lugar para armanezá-los

(Bloomberg) – Os armazéns do maior exportador de café do mundo nunca estiveram tão cheios, e os caminhões nas maiores regiões produtoras de café do país aguardam dias para descarregar a carga coletada de uma safra recorde em um momento em que a demanda global está em queda.

A situação é preocupante em Franca, interior de São Paulo, onde cerca de 90 caminhões cheios de café estão parados em uma fila do lado de fora de um armazém operado pela Dínamo.

A crise de armazenamento ocorre depois que agricultores – incentivados pelos preços mais altos em reais – venderam a maior parte da safra deste ano, justo quando a pandemia fechou restaurantes e redes de cafeterias ao redor do mundo, reduzindo o consumo.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!