Com decisão judicial, Ibaneis decreta suspensão de atividades no DF

(Metrópoles) – O governador Ibaneis Rocha suspendeu ontem, quarta-feira, o decreto que permitia a retomada das atividades comerciais no Distrito Federal. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial de Justiça do DF.

Com a nova medida, volta a ficar proibido o funcionamento de diversas atividades consideradas não essenciais, a exemplo de bares, restaurantes, academias, parques ecológicos, salões de beleza, barbearias, esmalterias, centros estéticos entre outros lugares que podem provocar aglomerações.

Também está vedada a realização de cultos, missas e rituais de qualquer credo ou religião. As feiras popular também voltam a não funcionar. Podem abrir apenas as feiras permanentes e as feiras exclusivas de produtos orgânicos.

Recurso

Por meio da Procuradoria-Geral do DF, o governador já entrou com recurso contra essa decisão. A alegação é de que a liminar concedida fere competência dos Poderes.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!