“É preciso atuar para a empresa sobreviver”, diz secretária de Empreendedorismo do GDF

(Fonte: TV Brasília)

A secretária de Empreendedorismo do GDF, Fabiana Di Lúcia, em entrevista à TV Brasília nessa segunda-feira, dia 18, disse que ser preciso atuar para que a empresa “consiga sobreviver”. Veja a seguir as principais medidas para impulsionar a economia citadas pela secretária:

– Em um universo de mais de 330 mil empresas, 99% são micro e pequenos empreendedores. Eles precisam de atenção e corpo a corpo para que a gente possa fazer essa interlocução com outros órgãos.

– Hoje, 88% do setor é de serviços e comércio. A secretaria precisa estar atuante para que a empresa não só nasça, mas consiga sobreviver.

– É necessária a ressignificação de atividades e conceitos de vida. Precisamos inserir o pequeno nas inovações tecnológicas, porque o mundo do consumo mudou.

– Vamos criar um aplicativo em parceria com o BRB e o Sebrae para uma plataforma de serviços, na qual o microempreendedor possa se cadastrar, viabilizando inclusive a formalidade dos prestadores de serviços.

– Por meio do programa Desenvolve DF estamos disponibilizando lotes para que as empresas se instalem.

– O Supera DF veio para auxiliar, principalmente, nesse momento da pandemia.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!