Empresas americanas contratam profissionais brasileiros

  • Tudo é remoto: o profissional trabalha em casa, no Brasil, mas recebe em dólar
  • Maioria dos cargos é para profissionais de Tecnologia da Informação, como desenvolvedores
  • Com a pandemia, o trabalhador brasileiro representa economia para as companhias dos EUA

“Do dia para noite, no início de março, começamos a receber inúmeros pedidos de empresas americanas”, explica Thiago Dantas, fundador da Vulpi, empresa de recrutamento focada em profissionais de TI. Hoje, metade do faturamento vem dessas empresas do exterior.

A razão é simples: corte de custos. Com a desvalorização do real, o trabalhador brasileiro passou a ter um valor bastante atraente para as empresas americanas. O profissional de TI brasileiro, que trabalha remotamente, recebe em média metade do que ganharia um colega americano.

Com ganhos mensais entre US$ 3.000 e US$ 4.000, um desenvolvedor recebe, em reais, de R$ 15.900 a R$ 21.200, o que é quase o dobro do que ele receberia normalmente no mercado brasileiro.

(Fonte: 6Minutos)

Deixe uma resposta

Fale com a gente!