GDF não pretende tratar salões de beleza e academias como serviços essenciais

No blog Eixo Capital, do Correio Braziliense, a jornalista Ana Maria Campos diz que o governador Ibaneis Rocha não pretende seguir o decreto do presidente Jair Bolsonaro que declarou atividades essenciais as academias de ginástica, salões de beleza e barbearias. Assim, esses estabelecimentos seguem fechados em Brasília.

 

Deixe uma resposta

Fale com a gente!