Gilmar Mendes suspende ações trabalhistas que discutem correção monetária

(Metrópoles) – O ministro Gilmar Mendes, do STF, suspendeu no último sábado, 27, todas as ações que correm na Justiça do Trabalho sobre qual indice de correção monetária deve ser usado em débitos trabalhistas, se a Taxa Referencial de Juros (TR) ou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A decisão liminar – ou seja, provisória -, atendeu a um pedido da Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif).

Deixe uma resposta

Fale com a gente!