“Mais 30 dias fechado não dá”, diz presidente do Sindhobar

Do: Corrreio Braziliense

Mais de 4 mil estabelecimentos fechando as portas. Para o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, esta é a estimativa de dano provocado pela interrupção de atividades do setor, caso o comércio da área de alimentação só volte a funcionar daqui a 30 dias.

Decisão judicial publicada nesta sexta-feira, 15, determina a reabertura gradual do comércio, a cada 15 dias, o que levaria ao adiamento da retomada das atividades do setor.

Para o presidente do sindicato, Jael Antônio da Silva, essa possibilidade seria calamitosa. “Mais 30 dias fechado não dá. Isso vai piorar ainda mais a situação que já é difícil. Pessoas estão sendo demitidas e estabelecimentos estão encerrando as atividades em uma escala assustadora.

O melhor caminho seria abrir segunda-feira, 18, dentro do protocolo encaminhado e aceito pleo GDF. O governador Ibaneis Rocha informou que pretente recorrer da decisão judicial e manter o plano acordado.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!