Metroviários do DF adiam greve e movimento deve iniciar na 2a. feira

Será enviada nova proposta ao Metrô-DF, para análise até domingo (18/4),

quando haverá nova assembleia dos trabalhadores

Metrópoles – O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do DF (SindMetrô) decidiu, em assembleia realizada na noite dessa quinta-feira (15/4), adiar a greve que estava prevista para ter início à meia-noite desta sexta-feira (16/4). A votação da maioria foi para que o movimento paredista tenha início na segunda-feira (19/4).
Desta forma, uma nova assembleia ficou marcada para domingo (18/4), no intuito de verificar se a proposta que será enviada pela direção do sindicato foi aceita. Segundo ficou acordado, o movimento grevista só será revisto se as condições pedidas pelos trabalhadores forem aceitas ou se a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) concordar com a proposta do presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-10).

Conforme narrado na assembleia, a ideia do responsável pela Corte trabalhista é que haja a prorrogação dos benefícios do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) que estava vigente, por, pelo menos, mais 30 dias, a fim de que a negociação tenha continuidade com mais calma.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!