Micros e pequenos estão à deriva, diz Randolfe

(Poder360) – Um dos efeitos mais devastadores da crise econômica associada à crise sanitária iniciada com a chegada do novo coronavírus ao Brasil pode ser verificada junto aos micro e pequenos empreendedores, afirma o senador Randolfe Rodrigues.

Além das dificuldades previstas devido às medidas de enfrentamento à pandemia, como fechamento do comércio e redução de pessoas circulando nas ruas, os micro e pequenos empreendedores ainda precisam lidar com a dificuldade de acesso ao crédito para manterem seus negócios em funcionamento.

Pesquisa conduzida pelo Sebrae mostra que apenas 16% do segmentos de pequenos negócios conseguiu contratar empréstimos junto à rede bancária, apesar de todas promessas e, inclusive, garantias oferecidas pelo governo aos bancos.

Nesse mesmo levantamento do Sebrae, conclui-se que mais de 500 mil micro e pequenas empresas brasileiras simplesmente viram-se obrigadas a fechar suas portas em definitivo nesta pandemia. Vale lembrar que é justamente este segmento (dos pequenos) responsável por metade dos empregos com carteira assinada no País.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!