O bate boca entre os sócios da XP e do Itaú

O Itaú Unibanco, em nova campanha da sua marca Personnalité, fez críticas ao modelo de remuneração das corretoras que variam o rebate por tipo de investimento. O banco questiona o formato, que embute a remuneração dos intermediários nos custos dos produtos oferecidos. Mesmo sem ter sido citada, a XP – da qual o Itaú possui 46% de participação – respondeu. Em artigo publicado no LinkedIn, Guilherme Benchimol, CEO da corretora, ressaltou a transparência do modelo e afirmou que “o assessor é um empreendedor que tem a sua própria empresa e somente sobrevive se a visão for de longo prazo, com um cliente realmente satisfeito”.

Em 2017, o banco Itaú pagou R$ 6 bilhões para comprar 49,9% da corretora XP.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!