Pais e professores vão apelar ao GDF para escolas privadas não reabrirem

(Metrópoles) – Um dia depois de o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do DF entregar ao GDF proposta para retorno das aulas presenciais, pais e professores das escolas privadas decidiram elaborar um documento para pedir o contrário ao governador Ibaneis Rocha.

A Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino do DF (Aspa) e o Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares de Ensino (Sinproep) entendem que ainda é cedo para se falar em volta às aulas tendo em vista que a curva de contaminação da covid-19 na capital ainda está crescendo, a cada dia.

O Sinepe, entidade que representa 450 das 570 instituições privadas da capital, elaborou uma circular, inclusive com protocolo de profilaxia para ser analisado pelo governo, pedindo o retorno gradual das aulas em ambiente físico no dia 20 de julho.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!