Pandemia afeta trabalho em mais da metade das famílias, aponta FGV

Mais da metade das famílias brasileiras já tiveram algum impacto no trabalho de seus membros desde o início da pandemia, segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV). De 1,3 mil consumidores consultados, 53,5% afirmam que suas famílias sofreram algum tipo de impacto.

Entre os afetados, 43,9% ficaram impedidos de trabalhar em virtude do isolamento social. Segundo a FGV, os efeitos atingiram mais as famílias de menor renda, que ganham até R$ 2.100: 20,6% delas foram afetadas. Outros 24,9% tiveram redução salarial proporcional à jornada de trabalho, 14,7% informaram que pelo menos um membro da família teve o contrato de trabalho suspenso, e 12,7% citaram que uma pessoa do núcleo familiar amargou a demissão.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!