Pesquisas mostram que empresas vão incorporar o home office depois da crise

Pesquisa realizada por Talenses e Fundação Dom Cabral mostra que mais de 70% empresas de todos os setores da economia brasileira esperam incorporar home office parcial ou integral após a crise do coronavírus. O estudo abrange 375 empresas: 30 do comércio, 77 da indústria, 197 de serviços, 6 do terceiro setor e 65 de outros setores.

Outra pesquisa, realizada pela Fundação Getúlio Vargas, aponta que 30% do trabalho atual deve se manter em home office. Especialistas do setor de recursos humanos afirmam que será inevitável maior flexibilização nos formatos até então tradicionais de trabalho. O home office é uma realidade que se manterá após a crise, o que se debate ainda é em que percentual será a sua predominância.

 

Deixe uma resposta

Fale com a gente!