Real ganha status de moeda tóxica com aversão a riscos fiscal e político

(Folha SP) – A desvalorização de quase 30% do real em relação ao dólar desde o início do ano reflete uma aversão à moeda brasileira que não era vista havia 20 anos e que já levou à classificação da divisa nacional como um “ativo tóxico” por bancos estrangeiros.

A perda de valor da moeda, que começou no ano passado por causa da queda do diferencial de juros entre o Brasil e outros países, se acelerou nos últimos meses por questões relacionadas ao coronavírus, à piora no ambiente político e à perspectiva de que o país pode ficar para trás na recuperação mundial da pandemia.

O real é a moeda que mais se desvalorizou neste ano entre países emergentes, com uma perda de 29% em relação ao dólar.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!