Retomada é lenta no comércio e não anima a indústria

(Folha SP) – O desempenho das vendas nos primeiros estados a reabrir o comércio após o início da pandemia de coronavírus indica que a retomada a economia será lenta, com consumidores preocupados com o risco de contaminação e de perda de emprego. Em geral, os volumes estão abaixo da metade da média e limitados a produtos de primeira necessidade. As indústrias mais afetadas, como a têxtil e a de eletroeletrônicos, ainda não viram novas encomendas. Para especialistas, a virada deve ocorrer apenas com a retomada dos negócios no Rio e em São Paulo, os principais mercados do país. Nesta semana, as lojas começaram a reabrir no interior paulista.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!