Senado aprova novo marco do saneamento básico

(Uol) – O Senado Federal aprovou na noite de ontem o projeto do novo marco regulatório do saneamento básico. O texto, que estimula a participação da iniciativa privada no setor, recebeu 65 votos favoráveis e 13 contrários. Agora, segue para a sanção presidencial.

O projeto aprovado prevê a universalização do saneamento básico no país até o dia 31 de dezembro de 2033. A meta é atingir cobertura de 99% para o fornecimento de água potável e de 90% para coleta e tratamento de esgoto. A previsão de investimentos é da ordem de R$ 700 bilhões.

Pró – Defensores do projeto veem nele uma forma de atrair investimentos privados para levar água e esgoto a toda a população, melhorar a qualidade do serviço e estimular a retomada da economia.

Contra – Por outro lado, críticos afirmam que a privatização deve encarecer a conta de água, e que regiões periféricas não serão atendidas, porque dariam pouco ou nenhum lucro às empresas do setor.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!