Sindivarejista estima 45 mil demissões no DF

(Fonte: Correio Braziliense)

Segmentos do comércio voltaram a abrir suas portas após 59 dias fechados. Nesta segunda-feira, dia 18, serviços de corte e costura, lojas de calçados, roupas e de extintores puderam retomar suas atividades.

Estimativas do Sindivarejista mostram que cerca de 45 mil pessoas foram demitidas no DF nesse período. Os prejuízos acumulados pelo setor, segundo o mesmo estudo, passam de R$ 400 milhões.

O vice-presidente do Sindicato, Sebastião Abritta, diz que “pelo menos 350 lojas de entrequadras e de shoppings não voltarão a abrir, porque os proprietários não terão como pagar os aluguéis atrasados, impostos, folha salarial e reposição de estoques”.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!