Vacinação em massa e rápida é a única saída para um futuro melhor

(Correio) – Para combater as novas variantes e sonhar com um futuro melhor, o país precisa vacinar em massa e rápido. Especialistas calculam que o país pode alcançar a marca de 300 mil mortos no fim de março se a situação permanecer a mesma. Um cenário de passos lentos na vacinação que não imuniza o grupo de risco da forma adequada pode resultar em uma grande colapso do sistema de saúde.

O médico sanitarista e professor da FGV, Adriano Massuda, aponta um novo problema que pode surgir com a demora em criar um plano de imunização e de coordenação. O resultado é a pandemia mais longa no país e, consequentemente, um período de mais isolamento e que agrava a retomada econômica. Esses fatores ainda se somam a profissionais de saúde cansados, leitos que estão sendo fechados e uma série de doenças que não foram tratadas ao longo da pandemia e que pressionam o sistema de saúde.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!