Por Antonio Carlos de Almeida Castro, Kakay, do Poder360

 

A verdade é inconvertível, a malícia pode atacá-la, a ignorância pode zombar dela, mas, no fim; lá está ela.Winston Churchill.

 

“Se Narciso se encontra com Narciso
e um deles finge
que aí outro admira
(para sentir-se admirado),
o outro
pela mesma razão finge também
e ambos acreditam na mentira.

E se o outro é como ele, outro Narciso,
é espelho contra espelho:
o olhar que mora reflete o que admira

num jogo multiplicado em que a mentira de
Narciso a Narciso
inventa o paraíso.

O espelho embaciado,
já Narciso em Narciso
não se mira:
Se torturam
Se ferem
Não se largam
Que o inferno de Narciso

É ver que o admiravam de mentira”

Ferreira Gullar:

 

“Loucos os homens cospem lama
Sobre as flores e as criancinhas.
Quando começaram? Sem cílios
E as retinas mortas continuam

As espadas de água e as terras
Fendidas escorrendo-nos dentro.
Vozes feias e malditas
Perseguindo-nos. E as luzes e as folhas?

Eles não caem não se levantam
Não vão e não vêm. Não são
Pesadelos? Dementes espaventados fogem…”

Candido Portinari

 

Mudar o mundo, meu amigo Sancho, não é loucura, não é utopia, é Justiça!D. Quixote

Deixe uma resposta

Fale com a gente!