Circulação impressa de grandes jornais cai 12% nos 5 primeiros meses do ano

(Poder360) -Em maio deste ano, 10 dos principais jornais diários brasileiros registraram queda de 12% em circulação impressa. Foram 384.498 exemplares por dia no mês passado frente a 437.969 em dezembro de 2020. Os dados são do IVC (Instituto Verificador de Comunicação).

O Super Notícia, que liderava a tiragem impressa desde pelo menos 2015, caiu para 3º no ranking. Estadão e Globo, apesar de encabeçarem a lista, registraram quedas de 4,9% e 6,9%.

DIGITAL

A circulação digital dos principais jornais do Brasil cresceu 3,3% em maio frente a dezembro de 2020. Foram 1 milhão de assinaturas, em média, quando somados os 10 jornais que o Poder360 selecionou.

A maior alta foi do A Tarde, que avançou 12,5% no período –foi de 35.816 assinaturas, em média, para 40.281. A pior queda, assim como no impresso, foi do Super Notícia. Tinha 39.261 assinaturas e despencou para 24.255 em 5 meses –retração de 38,2%.

O top 4 se manteve em relação a dezembro de 2020: FolhaGloboEstadão Valor registraram altas de, respectivamente, 6,1%, 7,9%, 1,8% e 6,5%.

__

Informações deste post foram publicadas antes pelo Drive, com exclusividade. A newsletter é produzida para assinantes pela equipe de jornalistas do Poder360. Conheça mais o Drive aqui e saiba como receber com antecedência todas as principais informações do poder e da política.

Deixe uma resposta

Fale com a gente!