Um pouco de poesia

Por Antônio Carlos de Almeida Prado – Kakay (Poder360)

 

“Cego é o que fecha os

olhos e não vê nada.

Pálpebras fechadas, vejo

luz. Como quem olha o

sol de frente.

Uns chamam escuro ao

crepúsculo de um sol

interior.

Cego é quem só abre os

olhos quando a si

mesmo se contempla”.

  • Mia Couto

 

“Tu tens um medo

Acabar.

Não vês que acaba todo

o dia.

Que morres no amor.

Na tristeza.

Na dúvida.

No desejo.

Que te renovas todo o

dia.

No amor.

Na tristeza.

Na dúvida.

No desejo.

Que és sempre outro.

Que és sempre o mesmo.

Que morrerás por idades

imensas.

Até não teres medo de

morrer.

E então serás eterno”.

  • Cecília Meireles

 

“Todos esses que aí estão

Atravancam meu

caminho

Eles passarão…

Eu passarinho”.

  • Mário Quintana

Deixe uma resposta

Fale com a gente!